BVPS recomenda | Live MinasMundo: Enciclopédia Negra com Flávio Gomes e Lilia Schwarcz

O Blog da BVPS convida todas e todos para para a live sobre a Enciclopédia negra: Biografias afro-brasileiras com os autores Flávio Gomes e Lilia Schwarcz, e que terá coordenação de Daniela Siqueira. O evento é parte da “ocupação virtual” do Projeto MinasMundo, que inclui a divulgação no Instagram de verbetes de personagens mineiras da Enciclopédia. A live ocorrerá neste 13 de maio, às 16:30 no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=8noyllMedUY

Siga o projeto MinasMundo no Instagram clicando aqui. No Instagram do Blog da BVPS também estamos postando, durante todas as semanas de maio, verbetes de personagens mineiras que integram a Enciclopédia negra, em uma parceria com o MinasMundo.

Henriqueta Lisboa, artesã da palavra, por Elide Rugai Bastos

Na atualização de hoje, o Blog da BVPS publica uma resenha da recém-lançada obra completa de Henriqueta Lisboa, que saiu pela editora Peirópolis com organização de Reinaldo Marques e Wander Melo Miranda.

Na resenha, Elide Rugai Bastos, pesquisadora do MinasMundo e professora da Unicamp, passa pelos três volumes da publicação comentando aspectos formais da poesia, escolhas tradutórias e relações teórico-intelectuais dos textos em verso e prosa que os compõem. Além disso, trava diálogo crítico com os prefácios dos organizadores, que integram os livros, sobre os mesmos temas.

Este post é uma publicação da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a BVPS. Para ler o primeiro texto da coluna basta clicar aqui. Para saber mais sobre a iniciativa, visite o site do projeto e leia o post de apresentação da parceria no blog.

Boa leitura!

Continue lendo “Henriqueta Lisboa, artesã da palavra, por Elide Rugai Bastos”

Leôncio Martins Rodrigues (1934-2021)

As Ciências Sociais brasileiras perderam hoje um de seus grandes protagonistas, Leôncio Martins Rodrigues. O Blog da BVPS convida a comunidade científica a conhecer mais sobre o professor Leôncio nessa entrevista concedida a José Ricardo Ramalho e Iram Jácome Rodrigues.  Publicada pela RBCS (vol. 25 n° 72 fevereiro/2010), a entrevista oferece uma oportunidade ímpar de se conhecer, através das palavras de um dos seus pioneiros, parte significativa da história da sociologia do trabalho no Brasil. O relato revela aspectos de uma trajetória de vida voltada para a pesquisa, para a orientação acadêmica de novas gerações e para a reflexão sobre o ofício de cientista social.

Para ler a entrevista basta clicar aqui.

O Centro Edelstein e a SciELo também disponibilizaram gratuitamente 10 livros de Leôncio Martins Rodrigues, que podem ser acessados aqui.

Penetrável esquecimento. Estudo para retrato inacabado de Silviano Santiago, por André Botelho

Na atualização de hoje, o Blog da BVPS publica uma resenha da obra recém-lançada de Silviano Santiago, Menino sem passado (1936-1948), escrita por André Botelho. No texto, o autor lê o livro de memórias a partir da metáfora do “penetrável”, um “espaço-instalação” que exige do leitor disposições intelectuais e sensoriais em um labirinto de lembranças, estranhamentos e esquecimentos. Além disso, somos convidados a pensar Menino sem passado em relação a outros trabalhos de Silviano, especialmente Fisiologia da composição (2020) e Crescendo durante a guerra numa província ultramarina (1978). André Botelho é professor de Sociologia da UFRJ e um dos coordenadores do projeto MinasMundo: o cosmopolitismo na cultura brasileira. No momento escreve, junto com Maurício Hoelz (UFRRJ), o livro O modernismo como movimento cultural.

Este post é a segunda publicação da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a BVPS. Para ler o primeiro texto da coluna basta clicar aqui. Para saber mais sobre a iniciativa, visite o site do projeto e leia o post de apresentação da parceria no blog.

Boa leitura!

Continue lendo “Penetrável esquecimento. Estudo para retrato inacabado de Silviano Santiago, por André Botelho”

MinasMundo entrevista Heloisa Starling: Tiradentes e o republicanismo

No post de hoje, o Blog da BVPS abre os trabalhos da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a Biblioteca Virtual do Pensamento Social (BVPS). “Minas mundo: o cosmopolitismo na cultura brasileira” é uma rede de cooperação em expansão de cerca de cinquenta pesquisadoras e pesquisadores de diferentes instituições, áreas de formação e atuação acadêmica nucleada em cinco universidades: a UFRJ, a UFMG, a Universidade Princeton, a Unicamp e a UFRRJ. Para ler mais sobre a iniciativa, visite o site ou leia o post de apresentação da parceria no blog.

Para o pontapé inicial, a primeira convidada da coluna é a historiadora Heloisa Starling, pesquisadora do minas mundo e professora da UFMG.

Nessa entrevista, ela situa o movimento da conjuração (ou inconfidência) mineira em seus contextos históricos e intelectuais locais e internacionais; reflete sobre a importância contemporânea da figura de Tiradentes tendo como referência suas muitas emergências, não só na política, mas principalmente na cultura e nas artes; resgata o elemento esquecido da tradição republicana brasileira, apropriada em sentidos muito distintos a depender dos seus atores e momentos históricos; e termina com indicações de leitura para uma melhor compreensão e conversa sobre esses temas.

Boa leitura!

Continue lendo “MinasMundo entrevista Heloisa Starling: Tiradentes e o republicanismo”

POR ESSE DESEJO DE EDIFICAR LINGUAGENS, por Natasha Félix

No post de hoje, a coluna Interpretações do Brasil e poéticas publica um texto de Natasha Félix em que se cruzam observações sobre uma cena da poesia contemporânea e reflexões estéticas e culturais em torno da produção de imagens, políticas e poéticas da escrita, do corpo e da performance. Numa pequena nota crítica que antecede o texto, o editor da coluna Lucas van Hombeeck traça relações entre a contribuição de Natasha e outras publicações do blog, deixando ao fim uma pergunta acerca da forma pela qual o texto da artista interpela o problema dos requisitos culturais que habilitam o/a jovem a se apresentar como escritor/a, num processo histórico que vai do início do século XX até hoje.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso novo perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “POR ESSE DESEJO DE EDIFICAR LINGUAGENS, por Natasha Félix”

Bastidores da pesquisa: conversa sobre modernismo com André Botelho

O Blog da BVPS começa hoje uma nova série, dedicada a conversar com pesquisadoras e pesquisadores sobre seus textos, projetos e processos de elaboração de pesquisa. Bastidores da pesquisa irá entrevistar autoras e autores que publicaram artigos acadêmicos recentes para falarem sobre aspectos de seus trabalhos que normalmente não aparecem para o público.

No primeiro post da série temos como convidado André Botelho, professor do Departamento de Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ e presidente da ANPOCS, que nos contou um pouco de sua pesquisa sobre Mario de Andrade e o modernismo como movimento cultural. Seu artigo “O modernismo como movimento cultural: uma sociologia política da cultura”, ponto de partida da conversa que segue abaixo, foi publicado no último número da revista Lua Nova e convidamos a todos para lerem clicando aqui.

Continue lendo “Bastidores da pesquisa: conversa sobre modernismo com André Botelho”

“Os aprendizes do poder” entre o liberalismo e a democracia: nota sobre a reedição, por Sérgio Adorno

O Blog da BVPS dá continuidade ao especial sobre o livro Os aprendizes do poder. No post de hoje publicamos um texto inédito de Sérgio Adorno, professor titular de sociologia da USP, sobre seu trabalho. Nele, o autor conta sobre a pesquisa de doutorado que deu origem ao livro, relatando suas inquietações, os materiais mobilizados, além de refletir sobre algumas das questões principais da obra, que mostra assombrosa atualidade.

Continue lendo ““Os aprendizes do poder” entre o liberalismo e a democracia: nota sobre a reedição, por Sérgio Adorno”

Simpósio | “Os aprendizes do poder”, de Sérgio Adorno

Na atualização de hoje do blog da BVPS publicamos um simpósio especial sobre o livro Os aprendizes do poder, de Sérgio Adorno, professor titular da Universidade de São Paulo (USP). A obra, originalmente publicada em 1988 e que ganhou nova edição em 2020, recupera a formação dos bacharéis de direito de São Paulo no século XIX para discutir os caminhos e impasses do liberalismo no Brasil. Na quinta-feira (04/03) publicaremos um texto inédito do próprio Sérgio Adorno sobre a pesquisa para sua tese de doutorado, que resultou na obra hoje clássica, com reflexões, a partir do presente, sobre alguns de seus argumentos.

Continue lendo “Simpósio | “Os aprendizes do poder”, de Sérgio Adorno”