Convite | XIX XX XXI 22: Independência, modernismo e futuro-passado do Brasil

O Blog da BVPS convida para a comemoração do aniversário de um ano do projeto Minas Mundo em torno da mesa XIX XX XXI 22: Independência, modernismo e futuro-passado do Brasil. O evento vai acontecer esta sexta-feira, dia 29 de outubro, às 17h com a participação de Bernardo Ricupero (USP), Lilia Schwarcz (USP/Princeton) e Roberto Said (UFMG) e mediação de Fernando Mencarelli (DAC-UFMG).

Continue lendo “Convite | XIX XX XXI 22: Independência, modernismo e futuro-passado do Brasil”

Convite | Narrativas impuras, de Eneida Maria de Souza

O blog da BVPS e a coluna Minas Mundo convidam para o lançamento de Narrativas impuras (Suplemento Pernambuco/Cepe editora), próximo livro da coordenadora do projeto Minas Mundo Eneida Maria de Souza. O evento será on-line e terá participação de Heloisa Buarque de Hollanda, como debatedora, e de Schneider Carpeggiani, como apresentador. A transmissão ao vivo acontecerá amanhã, dia 27 de outubro, quarta-feira, às 19h30, pelo canal da Cepe editora no Youtube.

Continue lendo “Convite | Narrativas impuras, de Eneida Maria de Souza”

Com um punhado de terra mineira se conta uma história, por Mayra Terra

Na atualização de hoje, o Blog da BVPS publica mais um trabalho da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a Biblioteca Virtual do Pensamento Social (BVPS). Este texto foi originalmente apresentado como trabalho final da disciplina “Minas Mundo: o cosmopolitismo na cultura brasileira”, ministrada pelo professor André Botelho no Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

No texto, Mayra Terra, doutoranda em Artes Visuais pela UFRJ, analisa como o selo de patrimônio pode transformar a percepção sobre determinados objetos e espaços. Esse é o caso dos artesanatos produzidos no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. Acompanhando a circulação desses artesanatos a partir do olhar carioca, a autora sugere que o deslocamento desse tipo de “objeto-patrimônio” o torna porta voz inanimado da cultura mineira.

Convidamos os leitores e as leitoras para acessarem outros trabalhos já publicados na coluna minas mundo. Para saber mais sobre a iniciativa, visite o site do projeto e leia o post de apresentação da parceria no blog.

Além disso, assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Com um punhado de terra mineira se conta uma história, por Mayra Terra”

“Lúcia Machado de Almeida: Uma vida quase perfeita” | Entrevista com Regis Gonçalves

O Blog da BVPS traz hoje uma entrevista com o jornalista e poeta Regis Gonçalves, que publicou recentemente a biografia da escritora mineira Lúcia Machado de Almeida, Uma vida quase perfeita (Conceito Editorial, 2021). A conversa, conduzida pelo jornalista e diretor do Suplemento Literário de Minas Gerais João Pombo Barile, gira em torno do livro e da figura de Lúcia Machado de Almeida, mas se expande para tratar da vida literária brasileira e do jornalismo cultural. Antes da entrevista, lemos ainda uma breve apresentação escrita por Barile.

 Não deixe de nos seguir no Instagram e no Facebook.

Boa leitura!

Continue lendo ““Lúcia Machado de Almeida: Uma vida quase perfeita” | Entrevista com Regis Gonçalves”

Mulheres, Artistas, Mineiras: Maria Martins e Mary Vieira, por Mirela Luz

Na atualização de hoje, o Blog da BVPS publica mais um trabalho da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a Biblioteca Virtual do Pensamento Social (BVPS). Este texto foi originalmente apresentado como trabalho final da disciplina “Minas Mundo: o cosmopolitismo na cultura brasileira”, ministrada pelo professor André Botelho no Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

No texto, Mirela Luz, artista plástica e doutoranda em Linguagens Visuais pela UFRJ, apresenta aspectos gerais das trajetórias e das obras de Maria Martins e de Mary Vieira, duas artistas plásticas mineiras ainda pouco estudadas pela crítica especializada e pouco conhecidas pelo público mais amplo. A autora levanta algumas hipóteses que ajudam a explicar o lugar ainda marginal que as artistas mineiras ocupam na história da arte brasileira, a despeito do caráter original e cosmopolita de suas obras.

Convidamos os leitores e as leitoras para acessar outros trabalhos já publicados na coluna minas mundo. Para saber mais sobre a iniciativa, visite o site do projeto e leia o post de apresentação da parceria no blog.

Além disso, assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Mulheres, Artistas, Mineiras: Maria Martins e Mary Vieira, por Mirela Luz”

A dobra, o fora, o dentro: uma leitura da imagética do vídeo-manifesto minasmundo, por Marco Antonio Gonçalves

O Blog da BVPS publica hoje a leitura feita pelo antropólogo Marco Antonio Gonçalves, professor titular da UFRJ, do vídeo-manifesto do projeto Minas Mundo, que o leitor pode assistir acima. O texto faz um percurso pelo vídeo-manifesto, pontuando uma série de relações e agenciamentos imagéticos, além de estabelecer diálogos mais amplos com as propostas o projeto. O vídeo foi dirigido e editado pelo videomaker e fotógrafo Fabio Seixo.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “A dobra, o fora, o dentro: uma leitura da imagética do vídeo-manifesto minasmundo, por Marco Antonio Gonçalves”

Resenha | “Enciclopédia negra”, por Mário Augusto Medeiros da Silva

O Blog da BVPS publica hoje, na coluna minas mundo, uma resenha inédita do livro Enciclopédia negra – Biografias afro-brasileiras, de Flávio dos Santos Gomes, Jaime Lauriano e Lilia Moritz Schwarcz. O texto do sociólogo Mário Augusto Medeiros da Silva (UNICAMP), escrito sob o impacto do massacre do Jacarezinho, destaca a importância do projeto da Enciclopédia negra de recuperar a memória coletiva, as experiências de luta e as narrativas de vidas individuais em uma sociedade marcada historicamente pela eliminação física e simbólica de pessoas negras.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso novo perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Resenha | “Enciclopédia negra”, por Mário Augusto Medeiros da Silva”

Henriqueta Lisboa, artesã da palavra, por Elide Rugai Bastos

Na atualização de hoje, o Blog da BVPS publica uma resenha da recém-lançada obra completa de Henriqueta Lisboa, que saiu pela editora Peirópolis com organização de Reinaldo Marques e Wander Melo Miranda.

Na resenha, Elide Rugai Bastos, pesquisadora do MinasMundo e professora da Unicamp, passa pelos três volumes da publicação comentando aspectos formais da poesia, escolhas tradutórias e relações teórico-intelectuais dos textos em verso e prosa que os compõem. Além disso, trava diálogo crítico com os prefácios dos organizadores, que integram os livros, sobre os mesmos temas.

Este post é uma publicação da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a BVPS. Para ler o primeiro texto da coluna basta clicar aqui. Para saber mais sobre a iniciativa, visite o site do projeto e leia o post de apresentação da parceria no blog.

Boa leitura!

Continue lendo “Henriqueta Lisboa, artesã da palavra, por Elide Rugai Bastos”

Penetrável esquecimento. Estudo para retrato inacabado de Silviano Santiago, por André Botelho

Na atualização de hoje, o Blog da BVPS publica uma resenha da obra recém-lançada de Silviano Santiago, Menino sem passado (1936-1948), escrita por André Botelho. No texto, o autor lê o livro de memórias a partir da metáfora do “penetrável”, um “espaço-instalação” que exige do leitor disposições intelectuais e sensoriais em um labirinto de lembranças, estranhamentos e esquecimentos. Além disso, somos convidados a pensar Menino sem passado em relação a outros trabalhos de Silviano, especialmente Fisiologia da composição (2020) e Crescendo durante a guerra numa província ultramarina (1978). André Botelho é professor de Sociologia da UFRJ e um dos coordenadores do projeto MinasMundo: o cosmopolitismo na cultura brasileira. No momento escreve, junto com Maurício Hoelz (UFRRJ), o livro O modernismo como movimento cultural.

Este post é a segunda publicação da coluna minas mundo, um espaço dedicado à colaboração desse projeto com a BVPS. Para ler o primeiro texto da coluna basta clicar aqui. Para saber mais sobre a iniciativa, visite o site do projeto e leia o post de apresentação da parceria no blog.

Boa leitura!

Continue lendo “Penetrável esquecimento. Estudo para retrato inacabado de Silviano Santiago, por André Botelho”