LEMBRANÇAS E HISTÓRIAS: COMO É POSSÍVEL HOMENAGEAR ELIDE RUGAI BASTOS?*, POR LUCIA LIPPI OLIVEIRA (CPDOC/FGV)

Profa. Elide Rugais Bastos (UNICAMP) ao lado da Profa. Lucia Lippi (CPDOC/FGV) e do Prof. Renato Ortiz (UNICAMP)


    Quero expressar meus agradecimentos pelo convite e minha emoção por fazer parte desta homenagem mais do que merecida a Elide Rugai Bastos. Comemorar significa lembrar com, lembrar junto. Daí eu apresentar uma reflexão advinda mais do campo memória e menos uma análise sociológica de sua obra. Eu vou apenas falar de nossos encontros e de seus trabalhos que mais me motivam, me agradam.

Continue lendo “LEMBRANÇAS E HISTÓRIAS: COMO É POSSÍVEL HOMENAGEAR ELIDE RUGAI BASTOS?*, POR LUCIA LIPPI OLIVEIRA (CPDOC/FGV)”

ELIDE RUGAI BASTOS: A CORAGEM DA SOCIOLOGIA*, POR ANDRÉ BOTELHO (UFRJ)

*Texto apresentado no evento “Trajetórias e vida intelectual: homenagem a Elide Rugai Bastos e Renato Ortiz” no dia 26 de abril de 2017 na UNICAMP.

    Eu estou muito honrado, agradecido e emocionado por estar aqui nessa homenagem que a UNICAMP, instituição de minha formação e que tanto estimo, presta a dois de seus grandes professores e intelectuais. Fui aluno em disciplinas do Renato Ortiz, e tocado por sua criatividade inquieta na sociologia da cultura. Não fui aluno em disciplinas da Elide Rugai Bastos, e esse é um dos meus defeitos. Mas fui seu orientando no mestrado e no doutorado, o que foi um lance de sorte definitivo não apenas na minha formação e trajetória profissional, como na minha vida – o que não me permite, portanto, contá-la entre, ai de mim, minhas parcas virtudes. Cabe-me falar sobre a homenageada, tão respeitada intelectualmente e tão querida pessoalmente, minha orientadora que me honra também como parceira intelectual em projetos de pesquisa, colaborações para a promoção da área do pensamento social brasileiro e coautorias de escritos, mas, sobretudo, com sua amizade. Aqueles que, como eu, também se beneficiam de uma interlocução intelectual e afetiva com a Elide, e vejo alguns outros privilegiados daqui, entenderão perfeitamente minha dificuldade em levar a cabo a tarefa que me foi confiada pelo Departamento e pelo Programa de Pós-graduação em Sociologia. Aproveito para agradecer a Mariana Chaguri e Michel Nicolau Neto.

Continue lendo “ELIDE RUGAI BASTOS: A CORAGEM DA SOCIOLOGIA*, POR ANDRÉ BOTELHO (UFRJ)”

Prêmio Antonio Flávio Pierucci de Excelência Acadêmica ANPOCS/2017, por Elide Rugai Bastos (UNICAMP) e Nísia Trindade Lima (FIOCRUZ)

IMG-5410
Profa. Elide Rugai Bastos ao lado dos Profs. Simone Meucci, Mario Medeiros, Mariana Chaguri e André Botelho

Elide Rugai Bastos: sensibilidade e ciências sociais

Nísia Trindade Lima (FIOCRUZ)

    Estou imensamente honrada pelo convite para falar nesta merecida homenagem a nossa querida Elide Rugai Bastos, a quem a ANPOCS concede o prêmio Antônio Flavio Pierucci de Excelência Acadêmica. Não tendo sido sua orientanda na pós-graduação ou mesmo frequentado disciplinas sob sua responsabilidade, sinto-me um tanto sua orientanda pelo diálogo que sempre estabelecemos no GT de Pensamento Social na Anpocs e, sobretudo, pelos ensinamentos de uma grande intelectual, mestre e amiga, alguém com quem é sempre agradável conviver. Se nosso amigo Ricardo Benzaquen estivesse conosco falaria, com sua conhecida erudição, sobre o valor e os sentidos da amizade. De um modo mais prosaico, apenas expresso minha alegria por compartilhar com Elide, além de laços intelectuais, uma grande estima.

Continue lendo “Prêmio Antonio Flávio Pierucci de Excelência Acadêmica ANPOCS/2017, por Elide Rugai Bastos (UNICAMP) e Nísia Trindade Lima (FIOCRUZ)”

Homenagem a Ricardo Benzaquen, por Leopoldo Waizbort (USP)

 

* Texto apresentado no 41° Encontro Anual da ANPOCS, realizado entre os dias 23 e 27 de outubro de 2017

Depois do belíssimo texto que José Reginaldo escreveu, ficou muito difícil falar a respeito de Ricardo. Já era difícil, por razões que gostaria de sugerir, e ficou mais ainda, pois Reginaldo encontrou uma tonalidade de discurso que sintetizou de tal modo lembranças e percepções, que embora não diga tudo, diz o que diz de um modo tão feliz, que o que resta torna-se supérfluo ou redundante.

Continue lendo “Homenagem a Ricardo Benzaquen, por Leopoldo Waizbort (USP)”

Projeto República: conhecimento e democracia

    O Projeto República é um núcleo de pesquisa, documentação e memória da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que vem desempenhando um papel extremamente importante nos últimos 15 anos ao conectar de modo inovador questões acadêmicas e divulgação científica ao debate público de temas fundamentais para pensar a República, a democracia e seus impasses no Brasil.

Continue lendo “Projeto República: conhecimento e democracia”