“Os aprendizes do poder” entre o liberalismo e a democracia: nota sobre a reedição, por Sérgio Adorno

O Blog da BVPS dá continuidade ao especial sobre o livro Os aprendizes do poder. No post de hoje publicamos um texto inédito de Sérgio Adorno, professor titular de sociologia da USP, sobre seu trabalho. Nele, o autor conta sobre a pesquisa de doutorado que deu origem ao livro, relatando suas inquietações, os materiais mobilizados, além de refletir sobre algumas das questões principais da obra, que mostra assombrosa atualidade.

Continue lendo ““Os aprendizes do poder” entre o liberalismo e a democracia: nota sobre a reedição, por Sérgio Adorno”

Simpósio | “Os aprendizes do poder”, de Sérgio Adorno

Na atualização de hoje do blog da BVPS publicamos um simpósio especial sobre o livro Os aprendizes do poder, de Sérgio Adorno, professor titular da Universidade de São Paulo (USP). A obra, originalmente publicada em 1988 e que ganhou nova edição em 2020, recupera a formação dos bacharéis de direito de São Paulo no século XIX para discutir os caminhos e impasses do liberalismo no Brasil. Na quinta-feira (04/03) publicaremos um texto inédito do próprio Sérgio Adorno sobre a pesquisa para sua tese de doutorado, que resultou na obra hoje clássica, com reflexões, a partir do presente, sobre alguns de seus argumentos.

Continue lendo “Simpósio | “Os aprendizes do poder”, de Sérgio Adorno”

Arquivo, memória, história: Arcadio Díaz-Quiñones, por Lilia Schwarcz e Pedro Meira Monteiro

Na atualização de hoje do Blog da BVPS publicamos um ensaio escrito a quatro mãos por Lilia Moritz Schwarcz, professora da Universidade de São Paulo e da Universidade de Princeton, e Pedro Meira Monteiro, professor da Universidade de Princeton. Os autores nos apresentam o website recém-lançado de Arcadio Díaz-Quiñones, intelectual porto-riquenho e professor emérito em Princeton, a partir de três palavras que articulam a concepção do site e as reflexões de Arcadio: o arquivo, a memória e a história. Através delas somos levados a uma delicada e original apresentação das ideias do autor para os leitores do Blog.

Continue lendo “Arquivo, memória, história: Arcadio Díaz-Quiñones, por Lilia Schwarcz e Pedro Meira Monteiro”

Uma genealogia da generosidade, por Diana Klinger

O Blog da BVPS retorna em 2021 com uma resenha inédita do livro Fisiologia da composição, de Silviano Santiago (Cepe, 2020). No texto, Diana Klinger, professora de Teoria Literária da Universidade Federal Fluminense (UFF), nos apresenta algumas das linhas gerais do que chama de “concerto-ensaístico” de Silviano Santiago, ressaltando, em diálogo com outras abordagens clássicas sobre a composição literária, a importância conferida ao corpo na relação homológica entre grafia-de-vida e composição da obra. A autora também se preocupa em trazer para a resenha outros trabalhos do próprio Silviano – tanto críticos quanto ficcionais – em que as proposições apresentadas em Fisiologia da composição comparecem.

Continue lendo “Uma genealogia da generosidade, por Diana Klinger”

Especial | Centenário de L. A. Costa Pinto (parte 3), por Jacob Carlos Lima

O Blog da BVPS publica o terceiro post do dossiê especial em homenagem ao centenário do sociólogo Luiz de Aguiar Costa Pinto, organizado por Glaucia Villas Bôas. Hoje, Jacob Carlos Lima, professor titular da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e presidente da Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS) recupera o livro Recôncavo: laboratório de uma experiência humana, publicado em 1958, para discutir a atualidade da sociologia feita por Costa Pinto e, mais particularmente, suas possíveis interpelações contemporâneas para a sociologia do trabalho.

Para ler o primeiro post do dossiê, com textos de Glaucia Villas Bôas (UFRJ) e Patrícia Olsen de Souza (IFSP) basta clicar aqui. O segundo post, com texto de Antonio Brasil Jr (UFRJ), pode ser lido aqui.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Especial | Centenário de L. A. Costa Pinto (parte 3), por Jacob Carlos Lima”

Especial | Centenário de L. A. Costa Pinto (parte 2), por Antonio Brasil Jr

Na atualização de hoje damos continuidade a nosso dossiê especial em homenagem ao centenário do sociólogo Luiz de Aguiar Costa Pinto. Abaixo trazemos um texto de Antonio Brasil Jr., professor do Departamento de Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ, que trata do sentido cosmopolita da teorização do autor, destacando o caráter ao mesmo tempo plural, contingente e conflituoso de sua abordagem sobre os processos de mudança social.

O dossiê sobre L.A. Costa Pinto é organizado por Glaucia Villas Bôas (UFRJ) e procura retornar ao pensamento do autor discutindo sua atualidade. Clicando aqui é possível ler o primeiro post da série, que conta com texto de abertura de Glaucia Villas Bôas e com um ensaio de Patrícia Olsen de Souza (IFSP). Segunda-feira (07/12) publicaremos o terceiro post do dossiê, assinado por Jacob Carlos Lima (UFSCar e presidente da SBS).

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Especial | Centenário de L. A. Costa Pinto (parte 2), por Antonio Brasil Jr”

Especial | Centenário de L. A. Costa Pinto (parte 1), por Glaucia Villas Bôas e Patrícia Olsen de Souza

O Blog da BVPS dá início hoje a uma série de três posts em homenagem ao centenário de nascimento do sociólogo baiano Luiz de Aguiar Costa Pinto, um dos mais importantes personagens dos processos de institucionalização e internacionalização das ciências sociais no Brasil. Nosso dossiê especial foi coordenado por Glaucia Villas Bôas, professora titular da UFRJ, que também assina o texto de abertura que segue abaixo. No post de hoje trazemos ainda um ensaio de Patrícia Olsen de Souza, professora do IFSP, que discute o legado do autor. Na sexta-feira (04/12) e na segunda-feira (07/12) publicaremos, respectivamente, textos de Antonio Brasil Jr. (UFRJ) e Jacob Carlos Lima (UFSCar e presidente da SBS).

Assim como nos posts em homenagem aos outros centenários de 2020, Florestan Fernandes e Celso Furtado, nosso objetivo com essa série foi trazer aos leitores do Blog da BVPS análises qualificadas de especialistas sobre a obra e a trajetória de L. A. Costa Pinto que também permitam calibrar sua importância para a sociologia hoje.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Especial | Centenário de L. A. Costa Pinto (parte 1), por Glaucia Villas Bôas e Patrícia Olsen de Souza”

Drama, ritual e performance. A antropologia de Victor Turner | Glaucia Villas Bôas entrevista Maria Laura Cavalcanti

Na atualização de hoje do blog da BVPS publicamos uma entrevista com a antropóloga Maria Laura Cavalcanti, professora titular da UFRJ, sobre seu mais recente livro, Drama, ritual e performance. A antropologia de Victor Turner (Mauad Editora). A entrevista foi conduzida por Glaucia Villas Bôas, professora titular de sociologia na mesma universidade, e é antecedida por uma pequena apresentação ao livro. Na conversa, Maria Laura Cavalcanti nos conta um pouco de sua trajetória, trata de questões e conceitos fundamentais de Turner, discute a recepção de sua teoria e identifica algumas das interlocuções intelectuais do autor de Floresta de símbolos.

Drama, ritual e performance. A antropologia de Victor Turner, que já está disponível aqui, será lançado na 32º Reunião Brasileira de Antropologia. Na mesma ocasião a autora também lançará Carnaval sem fronteiras. As escolas de samba e suas artes mundo afora, livro que já foi anunciado no blog.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “Drama, ritual e performance. A antropologia de Victor Turner | Glaucia Villas Bôas entrevista Maria Laura Cavalcanti”

12 de outubro de 1927, por Carolina Casarin

Na atualização de hoje Carolina Casarin nos transporta para 12 de outubro de 1927, mais especificamente para um almoço na Fazenda de Santa Teresa do Alto onde estavam presentes, dentre outros, Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral. A partir de imagens fotográficas e do vestido Lampion usado por Tarsila na ocasião, a autora discute a sociabilidade intelectual paulista dos anos 1920, principalmente o espaço social das fazendas, sublinhando as tensões e contradições do modernismo.

Assine o blog para receber as atualizações, curta nossa página no Facebook e siga o nosso perfil no Instagram.

Boa leitura!

Continue lendo “12 de outubro de 1927, por Carolina Casarin”