Convite | FHC cientista social: modos de ler

O Blog da BVPS convida todas e todos para o evento Fernando Henrique Cardoso, cientista social: modos de ler, organizado por Karim Helayel (UFRJ), Leonardo Belinelli (USP) e Pedro Luiz Lima (UFRJ) em parceria com a FFLCH-USP, o NUDEB e o IFCS-UFRJ.

Abaixo, um pequeno texto dos organizadores sobre a iniciativa, cuja programação pode ser conferida na imagem acima.

Fernando Henrique Cardoso é um dos intelectuais brasileiros mais relevantes da segunda metade do século XX. Relevância acentuada, e por vezes obscurecida, pelo fato de ter ele se tornado um protagonista da vida política nacional. Talvez fosse inevitável que o senador, o constituinte, o ministro e o presidente eclipsassem o cientista social no debate público. Mas se há tantas razões para o ocasional empobrecimento do debate sobre sua obra intelectual, existem também tantas outras, e por vezes as mesmas, que impulsionam investidas interpretativas originais sobre os sentidos de seus trabalhos acadêmicos. Em suma, a dificuldade de acessar o Fernando Henrique Cardoso que existiu antes do FHC é um dos atrativos fundamentais para aqueles que se dispõem a tal empreitada. Parafraseando um de seus célebres ex-alunos: apesar de “propício a deduções amalucadas, é um tema que merece reflexão”.

O seminário “Fernando Henrique Cardoso, cientista social: modos de ler” propõe-se a promover reexames críticos de suas contribuições para as ciências sociais brasileiras, partindo do pressuposto de que fazer jus à obra de um autor relevante implica reconhecer os diversos modos pelos quais ela pode ser lida e relida. Modos de irredutível pluralidade, que podem criativamente combinar e dissociar múltiplas continuidades e descontinuidades, reiterando sua complexidade e precavendo-se do rotineiro inventário de coerências ou contradições. E modos críticos, posto que alheios a quaisquer pretensões hagiográficas ou expiatórias.

Organizado por três pesquisadores que vêm estudando a obra de Fernando Henrique Cardoso, o seminário contará com três mesas temáticas, além das mesas de abertura e de encerramento, em que sociólogos(as), cientistas políticos e historiadores(as), acadêmicos(as) do amplo campo das humanidades, abordarão alguns dos temas cruciais para aprofundar a compreensão do lugar das ideias de Cardoso no horizonte das interpretações do Brasil.                             

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s