“A arte queer do fracasso”, de Jack Halberstam (Columbia University)

capa_aartequeerdofracasso

O Blog da BVPS divulga o lançamento do livro A arte queer do fracasso (CEPE Editora), de Jack Halberstam, professor titular no Departamento de Inglês e Literatura Comparada e diretor do Instituto de Pesquisa sobre Mulheres, Gênero e Sexualidade na Universidade de Columbia, Nova Iorque. Publicado originalmente em 2011, esse é o primeiro livro do autor traduzido para o português. O livro ainda conta com prefácio de Denilson Lopes, professor associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Abaixo disponibilizamos o release do livro e o vídeo “A arte queer do fracasso”, inspirado no livro e que procura trazer as questões da obra para o cenário brasileiro.

Numa sociedade capitalista e heteronormativa o sucesso é recompensa natural para quem segue o padrão dominante. Já o insucesso pesa sobre os que não se enquadram, os losers. Mas e se o fracasso for apenas o reflexo de uma forma diferente de pensar, uma via paralela que se contrapõe a estratégias de manipulação de massa? O selo Suplemento Pernambuco, da Cepe Editora, lança no Brasil o primeiro livro do escritor e teórico norte-americano, Jack Halberstam (Columbia University), traduzido para o português: A arte queer do fracasso. Neste ensaio fundamental para os estudos queer, o autor transita por obras artísticas e produtos midiáticos, contrariando a lógica comum do sucesso.

Publicado originalmente nos Estados Unidos em 2011, o título de Halberstam, que é professor titular no Departamento de Inglês e diretor do Instituto de Pesquisa sobre Mulheres, Gênero e Sexualidade na Universidade de Columbia, Nova Iorque, chega ao Brasil com atraso de quase uma década. Gap compensado pelo Suplemento Pernambuco com a iniciativa de editá-lo. O livro, que pensa a partir da cultura a estrutura capitalista, chega ao Brasil num momento justamente de crise, em que as medidas e marcas do sucesso não podem ser medidas como antes.

O Suplemento fez um vídeo com autoria colaborativa, com uma equipe majoritariamente queer, com pessoas trans, para trazer algumas questões levantadas pelo livro para a realidade brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s