LANÇAMENTO DO LIVRO “AS LÓGICAS SOCIAIS DO GOSTO”, POR CAROLINA PULICI E DMITRI FERNANDES (ORGS.)

convite As Logicas (1).pdf_page_1.jpg

O Blog da BVPS convida para o lançamento do livro “As Lógicas Sociais do Gosto”, organizado por Carolina Pulici e Dmitri Fernandes. O livro conta com as contribuições de Camila Rosatti, Ricardo Teperman, Louis Pinto, Fábio Ricardo Ribeiro, Heloisa Pontes, Rafael Nascimento César, Edison Bertoncelo e Julien Duval, além do prefácio assinado por Monique de Saint-Martin.

O lançamento ocorrerá segunda-feira, 22 de abril, às 19 hrs, no Futuro Refeitório (Rua Cônego Eugênio Leite, n.808, Pinheiros – São Paulo/SP).

Confira abaixo o resumo e sumário do livro.

AS LÓGICAS SOCIAIS DO GOSTO
Carolina Pulici e Dmitri Fernandes (orgs)

Entre a estética filosófica ocupada com a problemática universalista do belo, os estudos de comunicação centrados no impacto ideológico da indústria cultural, as pesquisas de marketing à caça de consumidores e os levantamentos estatísticos destinados a orientar as políticas públicas empenhadas na democratização do acesso à cultura, o gosto foi, tradicionalmente, um objeto de estudo pouco dignificado na hierarquia temática vigente nas ciências sociais brasileiras. Diante desse que se acredita ser um campo emergente de pesquisa, as contribuiç ões reunidas em As Lógicas Sociais do Gosto investigam a gênese social das preferências em diferentes domínios artísticos, apreendendo as predileções e competências culturais na ótica dos processos de valorização e depreciação social que estruturam a vida em sociedade.

Préfácio
Monique de Saint-Martin

Por uma sociologia do gosto no Brasil
Carolina Pulici e Dmitri Fernandes

A alimentação solene e parcimoniosa: práticas gastronômicas como fonte de distinção das elites paulistanas
Carolina Pulici

Moderno sob medida: produtores e clientelas do mobiliário paulistano nos anos 1950
Camila Gui Rosatti

Pode aplaudir que a orquestra é sua: o recrutamento social do quadro de assinantes da Osesp como estratégia de consolidação
Ricardo Teperman

O discurso cultivado sobre a arte: o “museu egoísta” do Nouvel Observateur
Louis Pinto

Uma janela para o mundo: a apreciação socialmente diferenciada de telejornais policiais brasileiros
Dmitri Fernandes
Fábio Ricardo dos Anjos Ribeiro

Cidades, palcos e públicos: Rio de Janeiro e São Paulo em dois atos
Heloisa Pontes
Rafael do Nascimento César

Consumo cultural e manutenção das distâncias sociais no Brasil
Edison Bertoncelo

Sobre a transformação do sistema dos gostos na França
Julien Duval

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s